quinta-feira, 9 de dezembro de 2010

Pão de leite condensado

Andava eu nas minhas visitas pelos blogues de culinária quando cheguei a este post da Mariana. A receita chamou-me a atenção e fiz questão de dar uma espreitadela no blogue de origem, o Kanela Y Limón. De imediato fiquei fã das fotos da receita em questão, que está muito detalhada com um passo a passo que me ajudou imenso. Não deixem de visitar - a receita deste pão está aqui.

Confesso que estava com algum receio de fazer a trança, foi a primeira vez, mas correu bastante bem! Uma coisa que notei no post do "Kanela" foi ela dizer que tinha sobrado imensa massa e tinha feito outros pães... No fim de ver o tamanho com que a minha ficou percebi porquê :). Deveria ter feito as tiras mais fininhas, devia também ter apertado um pouco mais a trança, mas para primeira vez acho que não me saí nada mal! Uma experiência a repetir, com toda a certeza.

Apenas alterei a decoração porque não tinha sementes de papoila, optei então por colocar sementes de linhaça. Usei também um pouco mais de farinha, mas isso também tem a ver com a capacidade de absorção de cada farinha e com o tamanho dos ovos, que sendo maiores fazem a massa mais mole.

Vamos então à receita...


Pão de leite condensado

Ingredientes:
  • 1 lata de leite condensado
  • 1 medida (a lata) de leite
  • 1/2 medida de azeite 
  • 50gr de fermento de padeiro
  • 3 ovos
  • 1 colher (de sobremesa) de aroma de baunilha
  • 1,1 kg de farinha, aproximadamente
  • uma pitada de sal
  • 1 ovo batido para pincelar
  • sementes de linhaça q.b. para decorar

    Preparação:

    Num liquidificador colocar o leite condensado, o leite, o azeite, o fermento, a baunilha, o sal e por fim os ovos. Bater durante alguns segundos até ficar uma mistura uniforme.
    Verter a mistura para um alguidar grande e juntar a farinha aos poucos, envolvendo com uma colher de pau. Quando estiver a farinha toda envolvida amassar com as mãos até a massa despegar facilmente do alguidar e dos dedos. Se necessário, juntar mais alguma farinha (eu juntei mais um pouco, cerca de 100gr). 
    Assim que a massa, que deve ficar elástica a despegar como referi acima, estiver pronta formar uma bola e colocar num recipiente untado com azeite. (Eu usei o mesmo, apenas segurei a bola de massa com a mão, untei o recipiente com a outra, e voilá, menos uma peça para lavar!).
    Embrulhar o alguidar em película aderente e deixar levedar até atingir o dobro do volume. (Eu coloquei o alguidar dentro do forno (desligado), e por baixo um tabuleiro com água bem quente, para dar calor e ajudar ao processo.)
    Passado cerca de duas horas a massa estava perfeita, bem lêveda, e muito maleável.
    Dividi a massa em cinco bolas do mesmo tamanho, que depois formei em tiras, rodando com as mãos sobre a superfície de trabalho. (Se quiserem podem untar as mãos com azeite, facilita o processo - basta untar uma vez ao princípio, na primeira tira.)
    Ao fim de ter as cinco tiras uni-as pelas pontas, fazendo depois uma divisão de duas tiras para a esquerda e três tiras para a direita.
    Para começar a fazer a trança basta passar a tira do lado de fora do conjunto de três para o lado de dentro, ficando ao lado do anterior conjunto de duas tiras. Depois repete-se o processo: a tira de fora do conjunto de três passa para o lado de dentro do conjunto de duas tiras. Repetir até a massa terminar.
    No fim devem colocar-se as pontas para dentro, por baixo da trança, para que fique com uma forma mais bonita.


    Colocar a trança com cuidado dentro do tabuleiro onde vai cozer (que deve estar bem enfarinhado) e deixar levedar mais meia hora.

    No fim da meia hora bater um ovo e pincelar a trança. Polvilhar com as sementes de linhaça (ou outras a gosto) e levar a cozer em forno médio, durante cerca de 25 a 30 minutos.


    Como me sobrou alguma massa fiz uma mini-trança, desta vez com apenas três tiras. Confesso que me esqueci dela no forno, por isso está bastante mais coradinha!


    Para a próxima irei fazer a trança de cinco tiras com tiras bem mais fininhas e apertar mais um pouco a massa, fica mais definida.


    Vai uma fatia?

    9 comentários:

    1. Catarina, ficou linda a tua trança, também vo no Kanela e ando com ela debaixo de olho.
      Agora ainda fiquei com mais vontade.
      Beijinho.

      ResponderEliminar
    2. PARABÉNS!!!! Catarina ficou simplesmente lindo o teu pão de leite condensado e realmente compensa fazer a trança e levar ao forno do que simplesmente fazer tudo MFP, pois o resultado não fica tão agradável, mas o sabor deve ser o mesmo pois o meu também estava fofinho e delicioso. Mas....como os olhos também comem, trocava o meu pela tua trancinha hehehe, para a proxima farei dessa maneira. Beijokas grandes e bom resto de semana amiga.

      ResponderEliminar
    3. Venha já uma fatia :) Ficaram lindas as tranças!

      ResponderEliminar
    4. Catarina,
      Ficou simplesmente lindas as tranças.
      Super prefeitas. Parabéns
      Beijinhos

      ResponderEliminar
    5. Célia, é bem simples de fazer, põe as mãos na massa :)

      Mariana, o trabalho que dá compensa realmente, mas o sabor, esse não de deve alterar, como dizes.

      Ameixa - estás um nadinha longe, a malta cá em casa é comilona... mas vou tentar enviar qualquer coisinha, lolol

      Catarina - ainda não acho que estejam perfeitas, mas hei-de lá chegar!

      Obrigada pela visita ao meu cantinho :)

      ResponderEliminar
    6. Ficou linda a tua trança, tambem já me estreei na confecção da trança mas fiz a receita da bimby e tambem cresceu imenso. Essa versão é bem mais gulosa!lol.

      Beijinhos

      ResponderEliminar
    7. bem eu acho que icou bem bonita a tua trançinha
      para primeira vez correu muito bem
      beijinhos e um bom fim de semana

      ResponderEliminar
    8. Olá Catarina, não resisti e passei para ver a tuas experiências com esta massa, pelo que vejo correram lindamente, é de facto uma receita em tudo fantástica!
      Beijinhos e uma boa semana:))

      ResponderEliminar

    Se quiserem partilhar uma fatia...