domingo, 6 de março de 2016

"Sourdough cake", ou numa tradução tosca - bolo de massa azeda

É um nome bastante estranho para muitos de vós, mas para quem gosta de se aventurar a fazer pão o conceito de "sourdough*" ou massa azeda (há também quem lhe chame massa madre) é com certeza familiar.

A minha avó não usava essa massa verdadeiramente, limitava-se a guardar um pouco da massa de uma semana para a outra, sem o conceito de a "alimentar" e manter.

Já tentei antes e correu mal -  a sourdough não resultou. Mas agora voltei a tentar. E como me fazia confusão deitar metade da massa fora quando está numa fase inicial fui pesquisar mais formas de utilização. Encontrei esta receita de bolo que se faz num instante e é bastante aromático, graças à canela.

Uma vez que a a minha receita de massa madre se iniciou com maçã e tinha uns pequenos pedaços, adicionei metade de uma maçã ao bolo. Ainda bem que o fiz, pois ajuda a cortar o doce da cobertura.


Sourdough Cake / Bolo de massa azeda

Ingredientes:
  • 1 chav de massa azeda (capacidade de 250 ml)
  • 1/3 chav óleo vegetal
  • 1 ovo (ligeiramente batido)
  • 1 chav farinha (sem fermento)
  • 3/4 chav açúcar
  • 1/2 colher chá sal fino
  • 1 colher chá bicarbonato
  • 1 colher chá canela em pó
  • 1/2 maçã em cubos pequenos
Para o topping:
  • 1 colher chá canela
  • 1/2 chav açúcar amarelo
  • 2 colheres sopa manteiga
  • 1 colher sopa farinha
Preparação:

Misturar a massa azeda, o óleo e o ovo batido até ficar bem combinado. Juntar depois os ingredientes secos e colocar numa forma forrada com papel vegetal. Deitar os pedacinhos de maçã por cima.

Misturar bem todos os ingredientes do topping e espalhar por cima do bolo. Levar a forno quente durante cerca de 35 minutos, ou até um palito sair seco e o topo estiver dourado.



Vai uma fatia?

Versão para impressão

* se desta vez o processo correr bem venho cá contar tudinho e mostrar os pães!
Basicamente é uma mistura de farinha (250gr), água(250ml, e um pouco de fruta (usei 1/4 maçã picada) para ajudar a fermentar colocados dentro de um frasco hermético. Passados três dias deve retirar-se metade da massa e alimentar com nova farinha e água. (Foi com a parte que deitaria fora que fiz este bolo.) Nos dias sseguintes, consoante a fermentação - se tiver bolhas e aumentar o volume está activo - deve continuar a alimentar-se e serve para usar como fermento natural para o pão. Demora muitas horas a fermentar, ao contrário dos fermentos que se compram no supermercado)

sábado, 20 de fevereiro de 2016

Mousse de chocolate e abacate

Há muito tempo que queria testar uma mousse de chocolate mais saudável, e quando vi a receita com abacate decidi que tinha de experimentar. Não sei porque demorei tanto tempo...

Vi algumas receitas e acabei por fazer uma mistura delas, adaptando as quantidades ao meu gosto pessoal.


Mousse de chocolate e abacate

Ingredientes:
  •  2 abacates
  • 2 colheres de sopa de cacau em pó
  • 3 colheres de sopa de mel
  • 50 gr de chocolate 74% cacau derretido

Preparação:

Cortar os acabates em cubinhos e colocar num copo de plástico alto. Juntar o cacau e o mel e com uma colher misturar ligeiramente, só até o cacau ficar envolvido, deixando de estar em pó.
Nesta fase usei o batedor de varas que vem com a varinha mágica e bati muito bem até ficar bem uniforme. Juntei depois o chocolate derreito, voltei a bater até estar bem uniforme..

Depois é distribuir por tacinhas ou ramequins, colocar no frio para refresca um pouco (ou atacar logo...) e deliciar-se com algo que afinal não é assim tão cheio de pecado, mas sim cheio de sabor.

Rendeu 3 ramequins como o da foto.

Vai uma colherada?


Versão para impressão

sexta-feira, 25 de dezembro de 2015

Bolo rei com recheio de creme de batata doce e amendoins/ nozes

Gosto de ser eu a fazer o bolo rei e também gosto de ir testando novas receitas. Por isso este ano, ao ouvir uma reportagem na TVI sobre um bolo rei com recheio  de batata doce e amendoins lá resolvi fazer a minha própria versão!

Já tive oportunidade de fazer a receita duas vezes e na descrição já estão algumas notas.

Para chegar ao bolo propriamente dito tive de fazer duas mini receitas antes: o creme de batata doce e amêndoa e as cascas de laranja.

Cascas de laranja
  • casca de 1 laranja, em fatias finas e quase sem parte branca
  • água e açúcar q.b.
Ferver as casas de laranja em pelo menos duas águas diferentes (deixar levantar fervura, escorrer, e repetir o processo).
Depois, fazer uma calda grossa com água e açúcar q.b.. Juntar as cascas e deixar cozinhar até reduzir bastante. Espalhar em papel vegetal, deixar secar 30 minutos e depois polvilhar com açúcar. Reservar.

Creme de batata doce
  •  2 batatas doces (médias / grandes) assadas e reduzidas a puré
  • calda de açúcar a gosto (ou acrescentar apenas açúcar, embora não tenha testado essa versão)
  • 1/2 chávena de amêndoas torradas (com pele) e reduzidas a puré
  • 1 pau de canela
  • 1 estrela anis
Levar o puré de batata junto com as amendoas, a canela e o anis ao fogão. Juntar calda de açúcar q.b. até ficar cremoso, deixando ferver alguns minutos.

(última versão, onde recheei com nozes e decorei com amendoins)


Bolo rei com recheio de batata doce e amendoins

Ingredientes:

Massa base:
  • 75 gr farinha
  • 12.5 gr fermento fresco
  • 0.5 dl leite morno
Massa:
  • 350 gr farinha (pode ser necessário mais)
  • 35 gr azeite
  • 35 gr manteiga derretida 
  • 100 gr açúcar amarelo
  • 3 ovos
  • 1 colher (sopa) vinho do Porto
  • 1 colher (sopa) aguardente
  • raspa de 1/2 laranja e 1/2 limão
  • 1 colher (chá) de sal 
  • 1 pitadinha de canela
  • cascas de laranja (cozidas em açúcar) bem picadinhas (cerca de 50 gr) 
  • creme de batata doce para rechear
  • amendoins torrados para rechear (ficam um pouco moles, na segunda vez que fiz usei nozes)
  • gema batida diluída com um pouco de leite para pincelar
  • açúcar em pó (e amendoins torrados, se quiser) para decorar
(o interior é da primeira versão, onde recheei com amendoins)
Preparação:

Começar pela massa base, misturando bem o fermento diluído no leite morno com a farinha. Deixar repousar e quando dobrar de volume e tiver bastantes bolhas está pronta. (Para acelerar o processo costumo colocar água quente no fundo de uma tigela e coloco a tigela de preparação da massa (a da batdeira) por cima - mas atenção! a tigela não deve tocar na água quente!)  

Quando a massa base está pronta podemos continuar a adicionar os ingredientes: começar pelo azeite e a manteiga. Nesta fase mexo ainda com uma colher entre a adição de cada ingrediente. De seguida juntar o açúcar e depois os ovos. Acrescentar as bebidas, as raspas, a canela e o sal. Envolver por fim as cascas de laranja. No fim de tudo bem envolvido juntar a farinha. Usar as varas de amassar e manter ligado cerca de 10 minutos. Se a massa não despegar dos lados da tigela enquanto bate, formando uma bola, é porque ainda não tem farinha suficiente. Acrescentar farinha aos poucos até ficar no ponto, deixar bater mais alguns minutos e deixar repousar.

Deixar fermentar durante três horas. Estender a massa num rectângulo e espalhar o creme de batata doce numa camada fina e uniforme. (a receita do creme deve dar para sensivelmente o dobro da receita de bolo rei). Espalhar por cima amendoins torrados (ou nozes) e enrolar.

Cortar o rolo em duas ou três partes e deixar repousar novamente durante cerca de uma hora.

Golpear os bolos algumas vezes e pincelar com a gema batida. Levar a forno médio até ficar bem dourado e passar no "teste do palito".

Assim que estiver pronto pincelar com geleia derretida. Pode também decorar com amendoins torrados e /ou com açúcar em pó.

Bom apetite!!

Versão para impressão

quinta-feira, 24 de dezembro de 2015

Bolachas de manteiga com pasta de amendoim


Estas bolachas foram feitas há muito tempo, mas o blogue está a marinar deste praticamente o início do ano...
Mas como se pode acabar o ano em beleza tenho ainda umas receitinhas para publicar nestes últimos dias!

São fáceis de fazer e garanto-vos, desaparecem num instante...

Bolachas de manteiga com pasta de amendoim

Ingredientes:
  • 250gr manteiga amolecida
  •  200gr açúcar amarelo
  •  ¾ cup amendoins reduzidos a uma pasta (não precisa de ser já em manteiga)
  •  ¼ cup amendoim triturado grosseiramente
  •  2 cup de aveia reduzida a farinha
  •  2 cup farinha
  •  1 colher (chá, rasa) canela
  •  1 pitada de sal fino
  •  1 colher (chá) fermento em pó
Preparação:

Misturar todos os ingredientes, moldar em rolos enrolados com película aderente e reservar no frio pelo menos 30 minutos (ou até a massa estar bem firme)
Cortar em bolachas e levar ao forno.

(dependendo do tamanho dos rolos e grossura das bolachas pode render cerca de 50 bolachas)

São deliciosas!

Versão para impressão

domingo, 29 de março de 2015

Donuts

Há muito que queria testar fazer donuts em casa - pesquisei algumas receitas e encontrei a da Joana Roque - sempre uma excelente fonte.
Fiz muito pequenas alterações e os donuts ficaram deliciosos!
Resolvi testar de duas formas - a tradicional (fritos) e no forno. Escusado será dizer que a versão frita é muito mais apetitosa, mas os de forno também são bons.
O que é pena é não passarem o teste do tempo. No dia seguinte perdem muitas das qualidades, ficando duros. O ideal será reduzir a receita e atacar sem dó nem piedade :)

São bastante fáceis de fazer e o resultado final é tão, mas tão bom...


Donuts

Ingredientes:

Para a massa:
  • 12.5gr fermento fresco (usei Levital)
  • 125ml de leite morno
  • 2 colheres de sopa de açúcar
  • 350gr farinha sem fermento (acho que cheguei aos 400)
  • 50gr manteiga derretida
  • 2 ovos
Para a calda:
  • 150gr açúcar
  • 50ml água
  • 1 pau de canela
  • 1 tira de casca de limão
 Óleo q.b. para fritar



Preparação:





Para começar a massa juntar o fermento, desfeito, ao leite e cerca de 150gr de farinha. Mexer bem e deixar repousar cerca de 20 minutos, formando-se algumas bolhas.
Juntar então a manteiga, os ovos, açúcar e a restante farinha. Amassar muito bem (amassei à mão) até ficar macio e a despegar das mãos - se necessário juntar mais um pouco de farinha (eu necessitei de o fazer, mas depende sempre do tamanho dos ovos e da absorção da farinha utilizada).

Formar uma bola com a massa e deixar repousar em local abrigado até dobrar de volume. 
Amassar novamente e estender a massa com o rolo.
Usar um copo, ou um cortador de biscoitos, para formar os donuts. (Usei um copo para os donuts e um descaroçador de maçã para fazer os buracos).

Colocar a massa num tabuleiro forrado com papel e deixar levedar mais 30 minutos.
 Findo esse tempo aquecer o óleo e fritar. Deixar escorrer em papel absorvente.

Como a receita ainda rende bastante (mais de uma dúzia de donuts e respectivos buracos) decidi fazer uma parte no forno, já que seriam mais saudáveis...

No fim de prontos (tanto os de forno como os fritos) preparei a calda levando todos os ingredientes ao lume num pequeno tacho (açúcar, água, limão e canela). Deixei ferver, já depois do açúcar dissolvido, cerca de dois minutos (a calda engrossa ligeiramente).
Passar os donuts por esta calda e colocar a secar em cima de uma rede. Ficam bem brilhantes, principalmente os fritos. Tive a ideia de deixar os buraquinhos para umas dentadas mais pequeninas - mas o donut em si é bem melhor!

No fim de secos é só servir e tentar não comer muitos de seguida!


Vai uma dentada?



sábado, 21 de março de 2015

Brownies

Já tardava uma receita de brownies... E estes são uma delícia! Uma daquelas "overdoses" de chocolate que sabem tão, mas tão bem...
 A receita foi inspirada nesta, que acredito ser também muito boa, mas tive de dar uns pequenos toques para ficarem "meus".

Brownies

Ingredientes:
  • 1 cup (capacidade de 250ml) de manteiga em cubos (usei cerca de 200gr)
  • 3/4 cup açúcar
  • 3/4 cup açúcar amarelo
  • 3/4 cup de chocolate em pó (uma embalagem)
  • 1/2 colher (chá) sal fino
  • 2 colheres (chá) baunilha
  • 25 ml café bem forte
  • 3 ovos ligeiramente batidos
  • 3/4 cup farinha (usei sem fermento)
  • 140 gr chocolate (74% cacau) em pedaços pequeninos
Preparação:

 Estes deliciosos brownies começam ao fogão... Num tachinho colocar a manteiga e deixar derreter lentamente. Adicionar depois os açúcares e o sal e envolver bem. Quando estiver uma mistura uniforme juntar o cacau e a baunilha e voltar a envolver bem.
Retirar do lume, passar para uma tigela, e deixar ficar morno.
Juntar então os ovos ligeiramente batidos batendo energicamente até ficar homogéneo e brilhante.
A farinha deve ser envolvida, sem bater, até ficar bem misturada.
Finalmente acrescentar os pedaços de chocolate envolvendo com cuidado.

Colocar num tabuleiro (usei um de 30x20, mas podem usar mais pequeno para ficarem mais altos) forrado com papel vegetal, deixando o papel com sobra suficiente para ajudar a retirar o bolo. Com uma espátula espalhar a massa uniformemente e levar ao forno médio, preaquecido.


O bolo vai formar uma casquinha por cima, bem típica dos brownies. Retirar quando, espetando um palito, este ainda sair húmido, mas sem qualquer massa crua.

Deixar arrefecer antes de cortar em pedaços.

E depois tentem não comer todo de seguida...

Vai uma fatia?

Versão para impressão

terça-feira, 17 de fevereiro de 2015

Orangettes

Há muito tempo que queria testar a receita, mas as cascas das laranjas iam sempre para o lixo (ou no nosso caso, para a caixa de compostagem).
Mas um destes dias resolvi finalmente guardá-las... Afinal já estava a falar delas no trabalho, via receitas a aparecer nos blogues - era um sinal!

Estas quantidades/ proporções de ingredientes foram-me indicadas por uma colega. Como resultaram resolvi partilhar.

O processo é bastante simples e o resultado delicioso!
Numa caixinha bonita são presentes perfeitos.


Orangettes

Ingredientes:
  • cascas de laranja em tirinhas (usei de duas laranjas grandes, depois de fervidas pesavam 200gr)
  • o peso das cascas, depois de fervidas, em açúcar
  • metade do peso das cascas de água
  • 75gr chocolate preto (74% de cacau)
  • 2 colheres (sobremesa, rasas) de manteiga
Preparação:

As cascas de laranja devem ser cortadas em tiras. Levar num tachinho cobertas de água até ferverem dois ou três minutos. Coar e repetir o processo. Não deixar ferver muito tempo para não ficarem demasiado moles e quebradiças.
Coar bem as cascas e pesar - medir o peso das cascas em açúcar e metade do peso em água. Deixar o açúcar e água ferverem até o açúcar estar completamente dissolvido e se formar uma calda grossa, mas sem deixar caramelizar.
Juntar as cascas de laranja e ir mexendo sempre com cuidado (usando uma colher de pau ou uma espátula) até que a calda seja absorvida quase na totalidade. Atenção para não deixar pegar.
Retirar as cascas e dispor, separadas, num tabuleiro forrado com papel vegetal. Deixar secar de um dia para o outro.
No meu caso as cascas não secaram bem, por isso coloquei o tabuleiro no forno, em baixa temperatura, até ficarem mais secas. Deixei arrefecer totalmente antes de cobrir com chocolate.

Para derreter o chocolate deve partir-se em pedaços pequeninos e juntar a manteiga. Colocar no microondas na potência média e retirar de 30 em 30 segundos,  mexendo bem, até que esteja uma mistura uniforme e brilhante.

Mergulhar as cascas (podem ser totalmente cobertas, mas preferi cobrir apenas uma parte) e deixar secar em papel vegetal.
Guardar em caixa hermética - e tentar não comer muitas de cada vez ;)

Vai uma tirinha?

Versão para impressão