sexta-feira, 21 de junho de 2013

Pão com gérmen de trigo e linhaça castanha

Há muito que não partilho aqui receitas de pão (embora cá em casa não se compre pão, todo ele sai das minhas mãos!). Mas desta massa saiu um pão de forma, dois "cacetes", uma bola e 8 "flat breads" (que mais tarde partilho como foram usados), que resolvi partilhar convosco.

Tudo feito à mão, pois claro, que adoro pôr a mão na massa. E não há massa melhor para isso que a de pão. Com certeza que quem tem máquina de fazer pão consegue adaptar esta receita, caso queiram experimentar.

Os ingredientes são simples, não julgo que dê muito trabalho (leva apenas algum tempo de repouso), e o resultado final compensa.


Pão com gérmen de trigo e linhaça castanha

Ingredientes:
  • 1,5kg de farinha (tipo 55) + q.b. para polvilhar e tender
  • 1 embalagem de fermento fresco (25gr)
  • 1l de água quente (mas não muito quente) (pode variar consoante a absorção da farinha)
  • 1 colher (sopa) de sal (ou ao vosso gosto)
  • 1 1/2 colher (sopa) açúcar (opcional)
  • 4 colheres sopa azeite (opcional)
  • 2 colheres sopa sementes de linhaça castanha (ou outra semente a gosto)
  • 75 a 100gr de gérmen de trigo
Preparação:

Colocar a farinha, as sementes e o gérmen de trigo numa tigela. Abrir um buraco ao meio e colocar o cubo de fermento, o açúcar, o sal, o azeite. Juntar um pouco de água e dissolver o fermento. Ir mexendo, com a mão, envolvendo a farinha até que fique quase seco. Ir juntando água até que toda a farinha seja absorvida. (A quantidade de água pode variar consoante a absorção da farinha). Amassar até que a mistura se despegue facilmente da tigela. Deixar repousar num local abrigado.

Assim que a massa levedar (cerca de uma hora depois), amassar de novo até perder todo o ar e voltar a deixar levedar (30 a 40 minutos). Quando estiver novamente cheia de ar, amassar outra vez. Deixar repousar cerca de 15 a 20 minutos, tempo que podem usar para aquecer o forno (bem quente).
Assim que o forno estiver bem quente moldar o pão nos formatos desejados, polvilhando com farinha para ser mais fácil de manusear. Retirar do forno assim que esteja ligeiramente dourado, e com fundo firme e dourado também.
Desta vez coloquei numa forma de bolo inglês forrada com papel vegetal, fiz dois "cacetes" / "língua da sogra" num tabuleiro, também ele com papel vegetal.
Como o forno estava cheio com estes 3 elementos resolvi fazer "flat bread" enquanto esperava.

A massa, depois de estendida com a ajuda do rolo

Já virada, com o lado cozinhado primeiro com os "pontos" dourados

 A espessura com que ficaram no final

A "pose" para a foto à espera do seu destino!
Estendi pequenas bolas de massa, bem enfarinhada, com a ajuda de um rolo - até ficar bem fina - e levei ao fogão numa frigideira anti aderente bem quente, virando quando estava com pontos dourados de um dos lados até ficar com a cozedura uniforme. (O seu destino chegará ao "Fatias" brevemente).

Com a massa que sobrou fiz ainda uma bola!

Como podem ver, com pouco mais de 1,5kg de farinha e mais alguns ingredientes fica-se com imenso pão que se pode congelar, inteiro ou fatiado, para consumir mais tarde. E o melhor? A satisfação de ser feito por nós :)


Vai uma fatia?

Versão para impressão

1 comentário:

Se quiserem partilhar uma fatia...